Líderes Como Executar Estratégias

Ensine aos seus líderes como executar estratégias

Uma das grandes dificuldades de boa parte das empresas hoje é conseguir fazer com que as lideranças dirijam suas energias para a execução da estratégia. Não é raro os gestores perderem o foco e muitas iniciativas importantes simplesmente “morrerem” sem que eles próprios percebam. Essa situação soa familiar na sua companhia? Ela é mais comum do que você imagina.

Traçar a estratégia é a parte mais simples do trabalho. A grande dificuldade está na execução dela. Vários fatores podem atrapalhar os líderes na produção de resultados de longo prazo e o principal deles são as atividades urgentes que passam na frente de tudo, sem pedir licença, e deixam de lado as metas-chave para o amanhã.

O “redemoinho” de tarefas do dia a dia suga toda a atenção, energia e tempo das lideranças, que acabam sem foco para aquilo que é mais importante. O que fazer, então, para ajudar os seus gestores? Uma das formas de tirá-los desse sufoco é ensiná-los a aplicar as 4 disciplinas da execução, ou 4DX, método desenvolvido pela Franklin Covey Consulting. Elas formam um conjunto de práticas comprovadas, testadas e aperfeiçoadas por diversas organizações. Vamos conhecê-las:

Disciplina 1: Foque no crucialmente importante

O princípio é básico: quanto mais tarefas seus líderes tomarem para si, menos conseguirão realizar de fato. Por isso, é preciso que eles foquem naquilo que é crucialmente importante. Quando o gestor consegue deixar claro para a equipe qual é a meta de maior importância, as chances de sucesso são infinitamente maiores, pois todos concentram os esforços para um mesmo objetivo, sem dispersões. Se as metas são poucas – no máximo duas – e muito bem definidas, as pessoas distinguem facilmente o que é prioridade máxima e o que é “redemoinho” no dia a dia.

Disciplina 2: Atue nas medidas de direção

O segundo ponto está ligado à atuação nas medidas de direção, ou seja, nas ações de impacto que efetivamente vão ajudar os seus líderes a alcançarem as metas. Vamos usar um exemplo simples. Imagine que você precise perder peso. Para isso, determinou um consumo mínimo de calorias por dia e de horas de exercícios físicos por semana. Estas seriam medidas de direção. O número de quilos perdidos ao final do esforço representa a medida histórica. É ela, no fim das contas, a meta de realização mais importante. Mas são as medidas de direção que lhe permitirão alcançá-las. Muitas lideranças pecam por olhar apenas os números e esquecem-se do mais importante: agir.

Disciplina 3: Mantenha um placar envolvente

Esta nada mais é do que a disciplina do engajamento. Mostre aos seus gestores que, para comprometer a equipe e manter o foco, é preciso criar um placar simples e envolvente. Ele deve assegurar que todos conheçam os resultados dos seus esforços e possibilitar o entendimento do que precisa ser feito para alcançar a meta. As pessoas atuam de forma diferente quando compreendem um painel de indicadores e se sentem responsáveis por aquilo que ele representa. Por outro lado, é possível que fiquem desengajadas quando desconhecem a própria performance ou para onde estão caminhando. A dica aqui é que o placar seja projetado unicamente para os “jogadores”, a fim de que eles possam determinar se estão perdendo ou vencendo. Se o placar não for claro, o jogo será abandonado e o fracasso é certo.

Disciplina 4: Crie uma cadência de responsabilidade

A última disciplina se baseia no princípio da responsabilização mútua. Vimos que as três primeiras estão voltadas à capacidade de estabelecer metas e alcançá-las com foco, clareza e engajamento. A quarta vai assegurar que a meta não se desintegre no meio do caminho, ou seja, é onde a execução realmente acontece. Para isso, é necessário que cada colaborador assuma compromissos na produção de resultados. A maneira indicada pela metodologia 4DX é a realização de reuniões semanais, que permitam a prestação de contas, a discussão dos sucessos e fracassos e a distribuição de novas tarefas. São essas informações ligadas ao desempenho que vão fazer com o que o placar evolua. E os líderes devem estimular a preparação dos seus colaboradores para esses encontros fazendo-os refletirem sobre a seguinte questão: “Quais ações mais importantes eu devo realizar nesta semana para promover significativamente o desempenho da equipe no placar?”

Agora que você conhece um pouco mais sobre o método 4DX, não pode deixar de repassar esse conhecimento aos seus líderes. Lembre-se que falhas na execução de metas estratégicas podem ter grande impacto financeiro no seu negócio, mas também afetam as pessoas, especialmente as lideranças, que se veem parte de um time perdedor.

Fonte: Bonde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar