Gestão De Condomínios

GESTÃO DE CONDOMÍNIOS – UM DESAFIO QUE PRECISA SER SUPERADO!

A Gestão de Condomínios é um desafio real para todos que desejam se tornarem síndicos ou que já exercem essa função há algum tempo.

E, embora sejam bastante comuns, esses desafios relacionados ao que é, de fato, ser um síndico precisam ser levantados e eliminados, a fim de garantir que o condomínio possua uma liderança bem equilibrada e estruturada, onde o síndico em questão compreende exatamente quais as suas funções e o alcance da sua atuação.

É claro que, dependendo de cada caso, algumas soluções podem não ser 100% eficientes, ainda que normalmente exista um padrão de comportamento para esses profissionais e para os fatores que causam ou se envolvem nessas situações desafiadoras.

No post de hoje, vamos abordar o desafio que é a gestão de condomínios e propor reflexões, questionamentos e ações que trarão melhores resultados para a sua gestão!

Continue conosco e confira!

QUEM É O SÍNDICO?

Antes de mais nada, precisamos entender quem exatamente é o síndico e quais são as características principais que este profissional deve apresentar, em outras palavras, o seu perfil.

Um bom síndico é:

  • Um bom ouvinte;
  • Um líder;
  • Alguém que deseja se aprimorar;
  • O representante dos moradores.

Com base nessas informações, conseguimos ter uma ideia do que um bom síndico deve apresentar para obter bons resultados durante a sua gestão.

Agora, vamos entender melhor o que cada uma dessas características implica dentro da gestão de condomínios e os reflexos que isso terá para os moradores.

SER UM BOM OUVINTE significa que você estará sempre atento àquilo que os moradores têm a dizer e a quais melhorias devem ser implementadas dentro do condomínio.

O ponto é saber exatamente quais são as necessidades e os desejos de quem elegeu você como o representante dos moradores e, sempre que possível, trabalhar para tornar essas melhorias reais e criar mudanças que trarão maior economia para todos, além de aprimorar qualidade de vida.

E, é claro que isso nos leva ao próximo traço de um bom síndico!

Quando o síndico é UM LÍDER, ele já possui a capacidade de ouvir os outros e agregar conhecimentos de terceiros aos seus. Dessa forma, ele saberá exatamente quando consultar outra pessoa para colher opiniões e se certificar de que está no caminho certo durante a tomada de decisões.

Isso não significa que ele estará renunciando o seu papel de liderança e abdicando do processo decisório, mas sim que irá atender mais necessidades do que normalmente conseguiria, caso pensasse em tudo sozinho.

Há, ainda, o DESEJO DE SE APRIMORAR. Esse elemento deve estar presente em todo morador que deseja se tornar síndico e em todo profissional que já exerce essa função.

Adquirir novas habilidades é algo que é constantemente requerido por qualquer empresa, independentemente do segmento.

Quando falamos de um síndico, porém, devemos deixar claro que, caso o profissional não entenda de contabilidade e outras questões administrativas, mas ainda assim represente bem os moradores e consiga evitar conflitos e resolver situações com facilidade, ele sempre poderá contar com uma administradora de condomínios.

Uma administradora cuida da gestão de condomínios enquanto o síndico pode se dedicar a outras funções. Calma; não significa que essa empresa irá cuidar de tudo enquanto você descansa ou deixa de conduzir suas obrigações.

A administradora de condomínios será responsável por toda a contabilidade do condomínio e irá, sem dúvida alguma, fornecer opções variadas para que os moradores obtenham uma maior economia e para que a sua gestão como um todo se torne mais natural, fluida e precisa.

Por isso, alguém que deseja ser O REPRESENTANTE DOS MORADORES precisa saber quando é a hora de terceirizar tarefas e delegar o que ele não pode fazer. Isso significa que ele compreende as suas limitações e que não arrisca questões como a economia, a segurança e o bem-estar dos condôminos.

E COMO COMEÇAR A SOLUCIONAR OS PROBLEMAS DA GESTÃO DE CONDOMÍNIOS?

Você deve, primeiro, aplicar tudo o que nós já citamos aqui para você. Saber o que um bom síndico deve possuir é o começo da jornada para que você consiga eliminar todos os desafios de uma gestão.

Então, para resumir:

  • Escute os moradores;
  • Coloque-se no lugar deles;
  • Esteja presente quando os moradores precisarem de você;
  • Utilize o bom senso e a neutralidade para resolver conflitos;
  • Propague a harmonia;
  • Seja você o exemplo a ser seguido;
  • Conscientize a todos sobre a necessidade de economizar;
  • Trabalhe na comunicação o tempo todo e a adapte para cada indivíduo.

Com isso, você já sabe como acabar com os principais problemas da gestão de condomínios. Basta aplicar o que aprendeu hoje e os seus problemas começarão a desaparecer.

Mas, lembre-se: será preciso ser resiliente e ter bastante paciência.

Em caso de dúvidas, você pode sempre entrar em contato com a Contábil Pirituba para solucionar os problemas da sua gestão de condomínios ou qualquer outra necessidade administrativa ou contábil para o seu condomínio. O nosso negócio é tornar os síndicos do mercado mais completos e aprimorar as suas capacidades profissionais, enquanto você, como síndico, pode se dedicar ao seu condomínio.

Vamos marcar um café e discutir as melhorias para a sua gestão?

Sucesso, um abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar